Home » Maurício Castro

Maurício Castro

Maurício Castro (Ferrol, Galiza, 1970), é licenciado em Filologia Galego-Portuguesa pola Universidade de Santiago de Compostela (USC), exercendo na actualidade a docência de português na Escola Oficial de Idiomas de Ferrol, após ter leccionado nas escolas oficiais de Badajoz (Estremadura), da Corunha e noutros pontos da Galiza durante a última década. Porém, a sua relaçom com o idioma galego-português remonta à sua adesom militante desde a juventude, tendo participado em diferentes projectos de auto-organizaçom em defesa dos direitos lingüísticos do povo galego. É autor ou co-autor de obras divulgativas como a História da Galiza em Banda Desenhada (1995), Manual de Iniciaçom à Língua Galega (1998), Manual Galego de Língua e Estilo (2007) ou Galiza Vencerá! (2009). Participou no movimento antimilitarista galego na década de 90 do passado século, sendo condenado por insubmissom a 4 anos de inabilitazaçom quando já presidia o primeiro Centro Social reintegracionista em defesa do galego, aberto pola Fundaçom Artábria em Ferrol no ano 98. Posteriormente, em 2007, foi eleito membro da Comissom Lingüística da AGAL (Associaçom Galega da Língua), da qual continua a fazer parte.

Além da sua actividade política como membro da Direcçom Nacional de NÓS-Unidade Popular e do Comité Central de Primeira Linha, Maurício Castro tem mantido o seu activismo em defesa do idioma da unidade lingüística galego-luso-brasileira.

co-e
maurieu[arroba]gmail.com

Twitter
@fromgaliza

Tumblr
fromgaliza.tumblr.com

About.me
about.me/mcastro

Artigos de Opiniom da sua autoria

Rebanhismo ou soberania informativa galega?

Mais sobre a burguesia autóctone galega

Rosalia Mera e o papel da burguesia galega

→ O acidente de Angrois e o racismo contra o galego

→ Contra o fascismo espanhol mais que palavras

→ A corrupçom como sintoma e conseqüência da decadência do sistema

→ Dar força ao independentismo

→ Senlheiro e Baltar: dous pesos e duas medidas

→ A Syriza galega e a vigência do princípio de auto-organizaçom nacional

→ Por umha verdadeira articulaçom galega, soberana e de esquerda

→ Situando a Galiza no mapa

→ Galiza e a urgência dumha verdadeira reforma ortográfica

→ Prémios para a inteletualidade orgánica galega

→ O PP e a imersom lingüística

→ Violência policial: o pam nosso de cada dia

→ Porque estará Reixa ressentido com Carvalho?

→ Greve, folga ou tanto tem?

A insuportável impunidade policial-clerical-institucional

Força Holanda!´

Pistolas no peito?

Castelao, Góngora e Rosa Díez

Umha greve de “corte nacionalista”?

Galiza, com nome próprio

Galiza ainda nom é Espanha

Iberismo à espanhola: volta a utopia reaccionária

Oficialidade única

A corrupçom por sistema

Liberdade para dar cabo do galego

A dupla moral do conselheiro cosmopolita

Contra o liberalismo lingüístico

Galiza vencerá!

Qual será a política lingüística da nova Junta?

Do bilingüismo harmónico à livre eleiçom