Home » 2009

2009

XIII Jornadas Independentistas Galegas

Compostela, 30 de Maio de 2009
(CS O Pichel)

A vinte anos da queda do socialismo soviético

Perspectivas da luita anticapitalista  

Duas décadas depois do início da implosom do socialismo soviético na Europa oriental, os prognósticos dos apologetas do Capital fracassárom. A queda deste modelo de socialismo, caracterizado por profundas imperfeiçons políticas, económicas, sociais, ideológicas que contribuírom para a sua quebra, nom evitou que o sistema capitalista se ache na actualidade atravessando umha das crises estruturais mais graves e profundas da sua história.

Contrariamente aos discursos triunfalistas do “fim das ideologias”, da vitória da economia de mercado e das formas de dominaçom burguesas, vigorantes na década de noventa do século passado, o neoliberalismo e o imperialismo, nas suas diversas variantes, estám hoje a ser progressivamente questionados. 

A expansom global do capitalismo na sua etapa senil nom só mostrou a sua incapacidade para resolver os problemas da humanidade, como constatou que é a causa principal da actual crise global que padecem os povos e as maiorias sociais, e do desastre ecológico que ameaça a sobrevivência da nossa espécie.  

Hoje, a vinte anos do início dos acontecimentos que mudárom o mundo, já temos suficiente visom para podermos analisar as perspectivas da luita pola emancipaçom da classe trabalhadora, os povos e as mulheres após os convulsos anos de naufrágios, abandonos, deserçons, oportunismos.  

Factos, sem lugar a dúvida, imprescindíveis para gerar a intensa, embora insuficiente, reconfiguraçom da esquerda revolucionária, de eclosom de novos sujeitos sociais, de novas luitas e formas de combate, que se deu, que se está a desenvolver em escala planetária, e da qual o nosso partido é umha modesta expressom na Galiza. 

As Jornadas Independentistas Galegas deste ano, que já atingem a sua XIII ediçom, tenhem como objetivo analisar e debater as perspectivas revolucionárias que se abrem nesta conjuntura de crise capitalista e a vigência da Revoluçom Socialista, sempre com o pano de fundo de um modelo estatista e burocrático de socialismo que fracassou na URSS e na Europa Oriental há vinte anos e que nos dias de hoje atravessa umha profunda crise noutras latitudes planetárias.  

Por este motivo, nesta ocasiom, contamos com a presença de seis vozes da esquerda revolucionária do Brasil, Euskal Herria, Porto Rico, Portugal e da Galiza, que sem dúvida contribuirám para a continuidade da construçom dessa Galiza combativa e rebelde que nom renuncia ao objectivo estratégico de atingir umha sociedade sem classes por meio da Revoluçom Socialista, como primeiro passo face o Comunismo. 

Comité Central de Primeira Linha 

Galiza, Maio de 2009

:: Programa

Perspectivas revolucionárias perante a crise do sistema capitalista

 

- Três hipóteses sobre a situaçom aberta pola recessom em 2007/08

Valério Arcary

- A crise que a pagem eles

Ana Barradas

- Perspectivas revolucionárias perante a crise do sistema capitalista

Domingos Antom Garcia

 

Vigência da Revoluçom socialista  

 

- Vigência da Revoluçom socialista

Carlos Morais

- Vigência do socialismo após vinte anos da queda do muro

Iñaki Gil de San Vicente

:: Imagens e crónica das XIII Jornadas Independentistas Galegas [+]

:: Caderno das XIII JIG