Abrente

Ediçons digitais da publicaçom trimestral do nosso partido

Documentaçom

Textos e outros documentos políticos e informativos de interesse

Ligaçons

Sites recomendados de ámbito nacional e internacional

Opiniom

Artigos assinados sobre temas de actualidade galega e internacional

Video

Documentos audiovisuais disponíveis no nosso portal

Home » Internacional, Notícias

Caracas acolheu Escola de Formaçom Continental Manuel Marulanda

Terça-feira, 24 Março 2009

Nas instalaçons da sala Quiri-Quire da Universidade Bolivariana de Venezuela, realizou-se a primeira Escola de Formaçom Política Manuela Marulanda, coincidindo com o primeiro aniversário da morte por causas naturais do comandante em chefe das FARC-EP.

A iniciativa organizada pola Coordenadora Continental Bolivariana, desenvolvida entre o sábado 21 e a quarta-feira 25 de Março, pretende ser umha “escola de carácter permanente para a formaçom de líderes comunitários, trabalhadores/as e estudantes, dando ferramentas para a interpretaçom e transformaçom revolucionária da realidade política continental a partir do estudo e discussom dos clássicos marxistas”.

Néstor Kohan, Luís Millán, Rodolfo Sanz, Dax Toscano, Pedro Rosas, Amilcar Figueroa, Gabriel Gil, Narciso Isa Conde, Carlos Casanueva e Fernando Linero fôrom os relatores do evento, dividido em jornada de manhá, consistente em palestras abertas ao público, e nos obradoiros de tarde, de inscriçom prévia.

As temáticas das palestras e obradoiros, que contárom com umha grande participaçom, fôrom: Materialismo, dialéctica, filosofia da praxe; Crise estrutural do capitalismo; O capitalismo e o imperialismo hoje; A unidade Latino-americana: reforma ou revoluçom continental; A violência e o militar em Marx; Filosofia marxista: materialismo dialéctico e materialismo histórico; O capitalismo: introduçom a economia política; O capitalismo: fases e desenvolvimento; A luita de classes e o Estado; A combinaçom de todas as formas e luita.

Amanhá, quinta-feira 26 de Março, coincidindo com a morte de Manuel Marulanda, terám lugar diversos actos de homenagem ao dirigente revolucionário comunista na imensa maioria dos países de América Latina e as Caraíbas, asssim como em Itália, Euskal Herria, Dinamarca e Galiza.

Caracas acolhe o acto central consistente na “manifestaçom insurgente ‘Juramos vencer e venceremos’”, que partindo da praça de Bolívar após umha oferenda floral culminará no bairro 23 de Janeiro com um acto político e cultural.

-->