Abrente

Ediçons digitais da publicaçom trimestral do nosso partido

Documentaçom

Textos e outros documentos políticos e informativos de interesse

Ligaçons

Sites recomendados de ámbito nacional e internacional

Opiniom

Artigos assinados sobre temas de actualidade galega e internacional

Video

Documentos audiovisuais disponíveis no nosso portal

Home » Internacional, Notícias

Inquéritos anunciam nova vitória do nom irlandês ao Tratado de Lisboa

Sexta-feira, 18 Setembro 2009

Segundo se achega a data para o segundo referendo sobre o Tratado de Lisboa na Irlanda, os últimos inquéritos indicam umha diminuiçom do apoio social ao sim, enquanto se reforçam o nom e o número de indecisos e indecisas. O apoio ao Tratado, segundo o inquérito de Irish Times/TNS MRBI, continuaria a ser maioritário (46%) frente a só 29% de opositores e opositoras e 25% de votos nom decididos, mas há umha clara descida de 8 pontos no apoio ao Tratado desde os anteriores inquéritos, realizados em Maio.

Cumpre lembrarmos que o Tratado de Lisboa, o “plano B” da Uniom Europeia depois da fracassada Constituiçom, já foi rejeitado na Irlanda no ano passado com 53,4% dos votos contra (face a 46% que optaram polo sim),  e que já em 2001 o povo irlandês rejeitara o Tratado de Nice.

Este posicionamento contrário aos plaos do grande capital europeu supugera na altura um novo golpe ao processo de construçom política da UE, fortemente afectado pola derrota do projecto de Constituiçom nalguns Estados (sobretodo no caso de França), que levou à “soluçom” do Tratado de Lisboa, que na maioria dos Estados nom foi submetido a consulta popular para evitar assim novos rejeitamentos.

Após a derrota que supujo para o Governo irlandês do primeiro ministro Brian Cowen (Fianna Fáil) a vitória do nom no referendo de 2008, este decidiu convocar umha nova consulta, utilizando todos os meios à sua disposiçom para atingir um apoio maioritário ao Tratado de Lisboa, contando para tal com o apoio de quase todos os partidos com representaçom no Parlamento de Dublim. De facto, só o Sinn Féin se posicionou contra o Tratado, levando a cabo umha activa campanha polo nom que coincidiu com a opçom maioritária no referendo.