Abrente

Ediçons digitais da publicaçom trimestral do nosso partido

Documentaçom

Textos e outros documentos políticos e informativos de interesse

Ligaçons

Sites recomendados de ámbito nacional e internacional

Opiniom

Artigos assinados sobre temas de actualidade galega e internacional

Video

Documentos audiovisuais disponíveis no nosso portal

Home » Notícias

Proletariado francês lembra qual é o caminho

Quinta-feira, 2 Junho 2016
Greve França 4Comparadas com as reformas laborais que nós últimos 20 anos aplicárom os governos do PSOE e do PP no Estado espanhol, a reforma laboral que pretende impôr o neoliberal François Hollande é comedida e “moderada”.
Contrariamente às mornas e ordeiras respostas do sindicalismo galego e espanhol -mediante jornadas de luita e greves gerais de caráter administrativo para “cubrir expediente”-, a resposta do proletariado e da classe operária francesa está sendo contundente.

Sabemos que a direçom da CGT, de FO e da maioria do sindicalismo francês está em maos do reformismo, polo que prognosticamos que antes ou depois se vai produzir um pacto que mantendo a essência reforma laboral suavice momentaneamente algumhas das medidas mais “agressivas”.
Mas a realidade do exemplo francês constata que só o proletariado organizado e em luita nas fábricas e nas ruas é a única forma de frear os planos da burguesia.
A esquerda francesa com representaçom na Assembleia da República nunca lograria pôr ao governo do P”S” contra as cordas, paralisar os setores estratégicos [transportes, energia] de um Estado imperialista.
Tampouco as inofensivas e pacíficas acampadas dos Nuit Debout, a resposta da pequena burguesia promovida polo sistema como válvula de escapa e distraçom.
A classe trabalhadora francesa está novamente marcando qual é o caminho a seguir frente o ilusionismo eleitoral. Eis polo que as forças políticas reformistas galegas e espanholas, assim como a ditadura mediática espanhola, oculta ou minimiza o que passa na França para evitar contágio.
Greve França 3