Abrente

Ediçons digitais da publicaçom trimestral do nosso partido

Documentaçom

Textos e outros documentos políticos e informativos de interesse

Ligaçons

Sites recomendados de ámbito nacional e internacional

Opiniom

Artigos assinados sobre temas de actualidade galega e internacional

Video

Documentos audiovisuais disponíveis no nosso portal

Home » Notícias

Primeira Linha sauda 8º Encontro Nacional da Militáncia do Movimento Patriótico Revolucionário Quebracho

Sábado, 9 Abril 2016

QuebrachoCompanheiras e companheiros, da Galiza enviamos umha fraternal saudaçom comunista e revolucionária.

É umha enorme satisfaçom que a voz da Galiza rebelde e combativa esteja hoje aqui.

A Argentina nom só tem sido a segunda pátria para centenares de milhares de galegas e galegos que escapárom, de finais do XIX até os anos sessenta do passado século-, da miséria a que o capitalismo espanhol condenou o nosso país; a Argentina foi refúgio para milhares de exiliados que fugiam da besta fascista que em 1936 iniciou um holocausto organizado contra o povo trabalhador galego.

Na Argentina foi fundada em 1925 a “Sociedade Nacionalista Pondal”, umha das primeiras organizaçons independentistas galegas, na Argentina editamos jornais, revistas, constituímos sociedades, escolas, hospitais, também editoriais, a nossa língua e cultura desenvolviam-se livremente, sempre organizando a luita para libertar o nosso país da opressom espanhola.

Na Argentina, sob a presidência de Antom Alonso Rios estivo até a sua extinçom o Conselho da Galiza, o último governo legítimo desta naçom trabalhadora, que luita por evitar ser devorada pola assimilaçom espanhola e da Uniom Europeia.

Mas a classe trabalhadora galega também tem o orgulho de ter contribuído a formar as primeiras organizaçons obreiras argentinas no ámbito político e sindical, a participar nas organizaçons guerrilheiras, a luitar pola independência e a soberania, por umha sociedade sem classes na Pátria do Che Guevara e Rober Santucho.

O “galego Soto” ou o “galego Palmeiro” formam parte do nosso comum imaginário revolucionário.

A Argentina está gravada nas mais profundas entranhas do imaginário coletivo da Galiza, inclusive na nossa gastronomia mais popular. Buenos Aires é a “maior cidade” da Galiza.

Companheiras e companheiros de Quebracho, o nosso mais sincero agradecimento pola vossa hospitalidade como povo trabalhador com o nosso povo durante tantas décadas!

Quebracho e Primeira Linha nom só compartilhamos similares ideais, umha mesma luita: a plena emancipaçom da classe trabalhadora da exploraçom a que se ve submetida polo Capital, a luita pola plena independência e soberania das nossas naçons, subjugadas à dominaçom imperialista.

Primeira Linha e Quebracho temos muitas cousas em comum. Nascimos há exatamente 20 anos, numha cojuntura internacional mui adversa, em pleno auge do neoliberalismo e derrota do socialismo soviético.

Nom só somos da mesma “quinta” de 1996, também compartilhamos um espaço comum de coordenaçom internacional para o avanço da luita dos povos contra o imperialismo: o Movimento Continental Bolivariano, porque companheiras e companheiros a nossa luita desenvolve-se a escala nacional e a nível internacional. Por este motivo é imprescindível combinar e reforçar dialeticamente estes dous ámbitos simultáneos de luita.

@s comunistas revolucionári@s galeg@s desejamos-vos grandes êxitos nos vossos objetivos e decisons, muito êxito nas resoluçons e acordos deste 8º Encontro Nacional.

Viva Quebracho!

Viva a luita revolucionaria!

Comunismo ou caos!

Até a vitória sempre!

Comité Central de Primeira Linha

Galiza, 9 de abril de 2016

 Anagrama 20 anos