Abrente

Ediçons digitais da publicaçom trimestral do nosso partido

Documentaçom

Textos e outros documentos políticos e informativos de interesse

Ligaçons

Sites recomendados de ámbito nacional e internacional

Opiniom

Artigos assinados sobre temas de actualidade galega e internacional

Video

Documentos audiovisuais disponíveis no nosso portal

Home » Lenine 1924-2014, Nacional, Notícias

Lenine 1924-2014: Referente e inspiraçom da Revoluçom Galega

Terça-feira, 31 Dezembro 2013

carimbolenine.

90 aniversário do falecimento de Vladimir Ilich Ulianov nom passa desapercibido para @s comunistas galeg@s.

21 de março de 1924 falecia Lenine a conseqüência da combinaçom de diversos factores. Às sequelas de um atentado padecido em agosto de 1918 que provocárom diversos infartos derivados de umha bala incrustrada no pescoço, devemos acrecentar o esgotamento físico polas longas sessons de trabalho e as contrariedades perante a orientaçom do processo revolucionário bolchevique, que já em 1921 definiu como um “estado operário burocraticamente degenerado”.

Ao longo do ano que iniciamos Primeira Linha, mediante um conjunto de diversas e variadas iniciativas e materiais, divulgará a obra, pensamento e projeto político do teórico e líder comunista, no que se inspira o nosso partido.

Lenine nas XVIII Jornadas Independentistas Galegas

As jornadas de reflexom marxistas que Primeira Linha organiza anualmente de 1997 serám dedicadas a refletir sobre a atualidade e vigência do leninismo. Datadas para sábado 10 de maio contarám com a presença de destacados dirigentes comunistas de México e Portugal, além de membros do Comité Central do nosso partido e de outras expressons da esquerda patriótica galega.

Biblioteca Marxista em Galego

Ao longo do ano continuaremos traduzindo o nosso idioma a obra de Lenine, avançando assim na divulgaçom em galego-português dos textos publicados pola Abrente Editora em papel e pola BMG em Primeira Linha em rede.

Dados biográficos de Lenine

descargaLenine nasceu em Simbirks, à beira do Volga, 10 de abril de 1870, no seio de umha família da pequena burguesia.

É umha figura determinante no desenvolvimento do marxismo na Rússia na viragem dos séculos XIX e XX, e o principal dirigente do movimento revolucionário que atingiu a vitória bolchevique em outubro de 1917.

Após a condena a morte do seu irmao mais velho por participar num frustrado atentado contra o czar Alexandre III, estuda direito na universidade, assim como as obras de Marx e Engels. Como jovem advogado, funda em Petrogrado a Liga de Luita pola Emancipaçom da Classe Operária. Em dezembro de 1895, é preso durante 14 meses por conspirar contra o czar. Em 1897, sofre exílio no leste da Sibéria, onde conhece a Plekhanov, o marxista que introduziu o socialismo na Rússia. Em julho de 1898, casa com a militante socialista Nadezda Krupskaja.

Posteriormente, no exílio em Munique, Londres e Genebra, centra o seu talento e energia na reflexom e organizaçom de forças revolucionárias proletárias. Promove a reunificaçom do Partido Operário Social-Democrata Russo, destruído pola repressom czarista e disperso em grupos locais, à volta do jornal Iskra (Faísca) e da revista teórica Zariá (Abrente).

Em novembro de 1905, retorna brevemente à Rússia para participar na revoluçom de 1905, sendo eleito em 1906 para presidir o POSDR, mas retorna ao exílio em dezembro de 1907. Até as revoluçons de fevereiro e outubro de 1917, vive em diferentes pontos da Europa Ocidental, dedicado plenamente à construçom do partido obreiro de vanguarda, definido no Que fazer? (1902).

Em 1915, na Conferência Socialista de Zimmerwal (Suíça), lidera a perdedora minoria internacionalista revolucionária, favorável a transformar a guerra imperialista numha guerra de classes.

Após complexas gestons, consegue atravessar meia Europa e chegar, em 3 de abril de 1917, à Estaçom Finlándia de Petrogrado, onde é recebido por uma multidom de trabalhadores/as, marinheiros e soldados levando bandeiras vermelhas. Lenine manifesta, frente às posiçons centristas, que “A guerra imperialista é o início da guerra civil em toda a Europa… temos que luitar por umha revoluçom socialista, luitar até que o proletariado obtiver a vitória completa! Viva a revoluçom socialista no mundo!”.

Na viagem de comboio escreveu as Teses de Abril, o programa socialista do Partido Bolchevique.

Após um breve exílio na Finlándia, no verao de 1917, e depois de escrever O Estado e a Revoluçom, defendendo a inevitabilidade do confronto armado com a burguesia e a necessidade de um governo obreiro e camponês em base a sovietes, entra de novo na Rússia para dirigir a vitoriosa Revoluçom de Outubro.

Como dirigente do primeiro Estado operário após a breve experiência da Comuna de Paris (1871), Lenine promove em 1919 a criaçom da Internacional Comunista, convencido da necessidade de novas vitórias revolucionárias na Europa como única garantia de êxito para a própria revoluçom soviética. Porém, o espalhamento revolucionário nom se produziu e o governo presidido por Lenine, depois de vencida a intervençom militar estrangeira em apoio às forças reacionárias contra o Estado obreiro, viu-se abocado à aprovaçom da NEP (Nova Política Económica), umha parcial reinstauraçom da lógica da economia de mercado.

Autor de umha vasta obra teórica plenamente vigente, nos seus derradeiros escritos alertou contra a burocratizaçom do Partido Comunista e do Estado soviético. Também contra os perigos de acumulaçom de poder na figura de Estaline.

Boa parte dos textos e ensaios da última década da sua vida estivo centrada no desenvolvimento da teoria marxista do direito de autodeterminaçom e de independência dos povos como tarefa essencial de um programa comunista.

Lenine morre a 21 de janeiro de 1924, antes de fazer os 54 anos.