Abrente

Ediçons digitais da publicaçom trimestral do nosso partido

Documentaçom

Textos e outros documentos políticos e informativos de interesse

Ligaçons

Sites recomendados de ámbito nacional e internacional

Opiniom

Artigos assinados sobre temas de actualidade galega e internacional

Video

Documentos audiovisuais disponíveis no nosso portal

Home » 130aniversariomarx, Em destaque, Notícias

Marx será analisado e reivindicado nas XVII Jornadas Independentistas Galegas

Terça-feira, 2 Abril 2013

A ediçom décimo sétima das jornadas monográficas de análise e interpretaçom marxista que Primeira Linha vem organizando de forma ininterrompida de 1997 terám lugar sábado 20 de abril.

Nesta ocasiom, coincidindo com o 130 aniversário do falecimento do revolucionário alemám, as Jornadas Independentistas Galegas estarám centradas em analisar, e basicamente reivindicar, o marxismo como sistema de pensamento, como método científico de análise e interpretaçom da realidade, como filosofia e guia para a açom, como projeto transformador.

Karl Marx 1883-2013 Tomar o céu por assalto. Atualidade e vigência do marxismo é o título das XVII ediçom das Jornadas que se desenvolverám nas instalaçons do centro social O Pichel de Compostela, para avaliar o vasto legado político e ideológico que deixou à humanidade explorada.

As XVII Jornadas Independentistas Galegas nesta ocasiom contam com a presença de quatro destacados militantes marxistas, com o seguinte programa e horários:

11 horas

Karl Marx, biografia e época histórica de um revolucionário comunista

-Silvestre Lacerda, Arquivo Nacional da Torre do Tombo, Portugal

Marxismo e libertaçom nacional

-Joan Teran, Secretariado Nacional da CUP, Països Catalans

16.30 horas

Emancipaçom da mulher e marxismo

-Nines Maestro, Red Roja

Marxismo, umha filosofia da praxe para a Revoluçom

-Jean Salem, filósofo, professor da Universidade de Paris I, Sorbonne

Foro aberto e espaço de encontro

As Jornadas nom só estám concebidas como um foro aberto e plural para a reflexom e debate que contribua a armar ideologicamente a intervençom militante das e dos comunistas galegos, também como espaço de encontro e debate franco entre a militáncia revolucionária. Por este motivo convidamos a todos os setores da esquerda nacional, do movimento popular, do sindicalismo nacional e de classe, das forças patrióticas e revolucionárias, a ativistas dos movimentos sociais, a acompanhar-nos com a sua presença para enriquecer o debate.