Abrente

Ediçons digitais da publicaçom trimestral do nosso partido

Documentaçom

Textos e outros documentos políticos e informativos de interesse

Ligaçons

Sites recomendados de ámbito nacional e internacional

Opiniom

Artigos assinados sobre temas de actualidade galega e internacional

Video

Documentos audiovisuais disponíveis no nosso portal

Home » Notícias

Eleiçons em Portugal marcadas pola intervençom FMI-UE

Quinta-feira, 2 Junho 2011

Este domingo decorrerám as eleiçons legislativas em Portugal, provocadas pola demissom do governo de José Sócrates (PS) após a nom aprovaçom na Assembleia Nacional do seu programa de ajustamentos e cortes neoliberais e antipopulares, o PEC4.

Este processo eleitoral está fortemente marcado polas consequências dessa nom aprovaçom, e sobretodo polo “plano de resgate” imposto ao povo trabalhador português polo imperialismo através do FMI e da Uniom Europeia. Um duro plano de cortes sociais que dará lugar a um pioramento das condiçons laborais, das prestaçons sociais públicas e ao questionamento da soberania nacional do Estado português, tutelado desde agora pola burocracia do capitalismo internacional.

Umha intervençom que segue os passos da da Grécia e a Irlanda e conta com o apoio do PS e dos partidos da direita, PSD e CDS. A nível parlamentar só PCP e Bloco de Esquerda rejeitárom a mesma.

Os inquéritos indicam umha provável vitória do PSD de Pedro Santos Coelho e o desgaste do PS de Sócrates. Aliás, entre os dous partidos da direita (PSD e CDS) estariam perto do 50% dos votos. Com percentagens menores do 10% ficariam CDU (PCP+Verdes) e BE.

Fica por comprovar o nível da abstençom ou do voto em branco num contexto no que o desemprego continua a crescer (situa-se agora no 12,6%) e com mobilizaçons sociais como a da Geraçom à Rasca ou a do movimento de Assembleias Populares contra a programa FMI-UE e por umha democracia com maior participaçom popular.